Governo confirma toque de recolher e recomendação de trabalho remoto no PR.

Entre elas, estão o toque de recolher em todo o Estado, entre as 23 e 5 horas

Ana Ehlert

BEM PARANÁ

O governo do Paraná deverá publicar até esta quarta-feira, 2 de dezembro, novas normativas na tentativa de frear o avanço do coronavírus. Entre elas, estão o toque de recolher em todo o Estado, entre as 23 e 5 horas, e a recomendação da retomada das atividades de trabalho remoto de servidores estaduais, semelhante à resolução anteriormente publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA). A informação, confirmada por meio de nota neste final da manhã de terça-feira, 1 º de dezembro, havia sido adiantada pelo Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, e foi feita nesta manhã de terça-feira, 1º de dezembro, em entrevista ao Bom Dia Paraná, jornal matinal da RPC, afiliada da Rede Globo.

Com a medida, a pasta pretende conter a disseminação do coronavírus, que tem apresentado avanço significativo, principalmente em Curitiba. “ Uma das hipóteses que estão sendo colocadas em um decreto do governo do estado diz respeito à um bloqueio, um toque de recolher, entre às 23h até 5h do dia seguinte, até baixarmos esse número”, explicou o secretário. Ele explicou que com a medida pretendem reduzir a circulação de pessoas, mas sem atingir a atividade comercial.

Beto Preto ressaltou que o sistema está no limite. “É momento de olhar olho no olho e falar que temos um período difícil nos próximos 20 dias, justamente no período de natal. Se puder, não saia, mas se precisar, saia com a maior proteção possível”, alertou.

Nesta segunda-feira a Márcia Huçulak, secretária de saúde de Curitiba, disse que a cidade não tem equipes de saúde para ampliação de mais leitos na capital.

 

Veja a nota na íntegra 

O Governo do Estado reafirma que continuam válidas todas orientações divulgadas desde o início da pandemia da Covid-19 para evitar a propagação do novo coronavírus, como o distanciamento físico, o uso de máscara e a higiene pessoal.

Por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), e em alinhamento com os gestores municipais, serão produzidos dois novos instrumentos jurídicos para ajudar a conter a alta disseminação do vírus verificada nos últimos dias.

Um deles refere-se à restrição de horário para circulação de pessoas no período noturno – “toque de recolher”. A outra recomendará a retomada das atividades de trabalho remoto de servidores estaduais, semelhante à resolução anteriormente publicada pela SESA. 

As normativas deverão ser publicadas até a quarta-feira (2).

Comentários