Frigorífico com quase 200 casos positivos de Covid-19 anuncia retorno das atividades com 40% dos colaboradores.

Em 22 dias 193 trabalhadores da Avenorte de Cianorte foram infectados pelo coronavírus.

Fonte: G1/Paraná

Foto: Avenorte -Guibon/Divulgação

O frigorífico Avenorte Avícola, de Cianorte, no noroeste do Paraná, anunciou, nesta sexta-feira (26), que foi autorizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região a retornar as atividades com 40% dos colaboradores.

A determinação da suspensão do frigorifico havia ocorrido por causa de um surto de contaminação do novo coronavírus no local.

Em 22 dias, de 19 de maio a 9 de junho, 193 trabalhadores tiveram diagnóstico positivo para a Covid-19. A Avenorte possui mais de 3 mil funcionários.

A Justiça do Trabalho havia determinado que a Avenorte suspendesse as atividades presencias de todos os trabalhadores por pelo menos 14 dias, e em caso de descumprimento, havia multa de R$ 500 por trabalhador.

Conforme o comunicado desta sexta-feira, os outros 60% dos colaboradores farão o exame a partir de sexta-feira (3), seguindo os padrões técnicos recomendados.

 

Retorno

A Avenorte informou que realizou o protocolo de testagens em todos os funcionários, sendo autorizado o retorno do servidor somente após o resultado do teste.

Segundo o comunicado, se o colaborador já testou positivo anteriormente, cumpriu a quarentena de 14 dias e está recuperado, poderá retornar as atividades imediatamente.

A convocação para retorno ao trabalho será feita através dos gerentes, supervisores e encarregados, podendo ser divulgada em redes sociais, conforme a Avenorte.

"Aos que não foram convocados neste momento, orientamos que fiquem tranquilos e aguardem o contato da empresa para realização dos exames e retorno ao trabalho. Reforçamos a recomendação para que permaneçam em suas casas, respeitando o isolamento e o distanciamento social, zelando por sua saúde e de sua família", informou o frigorífico.

Comentários